Atacadão Pneus - Um blog para motoristas, com tudo sobre pneus e o mundo automotivo

Um blog para motoristas, com tudo sobre pneus e o mundo automotivo

Calibragem de pneus: tudo o que você precisa saber

Calibragem de pneus: tudo o que você precisa saber

Manter o seu carro funcionando bem é o mínimo que você pode fazer para que ele dure por mais tempo em bom estado. Isso também depende da calibragem de pneus. Você sabe qual é o valor ideal para o seu veículo ou coloca qualquer número no painel na base do “achismo” ou porque um amigo disse?

Bom, essa não é a melhor forma de cuidar do seu veículo, muito menos do seus pneus. Quer que eles durem pelo tempo necessário? Então, leia este post e descubra tudo o que você precisa saber quando o assunto é calibragem de pneus.

Por que calibrar os pneus?

A maioria dos motoristas só calibra os pneus no momento em que vai viajar ou que percebe, a olho nu, que os pneus estão um pouco mais vazios do que o ideal. Mas, a calibragem de pneus deve ser realizada com certa frequência. Mas por quê?

Quando pneu está mais murcho do que deveria, o motor do veículo precisa fazer um maior esforço para manter o carro em movimento. Isso faz com que o motor se desgaste mais rapidamente e também que o seu combustível seja consumido em menos tempo. Não calibrar os pneus no período adequado pode gastar até 20% a mais de combustível que o normal.

Outro ponto relevante é quanto à segurança. Pneus cheios demais ou muito murchos aumentam o risco de aquaplanagem do veículo. Outro prejuízo é quanto à vida útil do pneu: se está cheio demais desgasta mais rápido no meio e se está murcho demais desgasta mais rápido nas laterais.

Qual a calibragem de pneus correta?

É comum ver pessoas calibrando entre 28 e 30 libras, inclusive, essa é uma das recomendações de muitos frentistas. Porém, apesar da experiência que eles têm, o melhor menos é recorrer ao manual do seu veículo. A quantidade de libras leva em consideração alguns aspectos como o aro do pneu e até mesmo o peso que está sendo levado no carro.

Qual a frequência de calibragem ideal?

Muitas pessoas só calibram quando percebem que o pneu está um pouco murcho. Nessa situação a calibragem deve ser feita de forma imediata. Quando conseguimos visualizar significa que o pneu já está há algum tempo com a calibragem incorreta.

Portanto, o melhor é que a calibragem de pneus seja realizada 1 vez por semana ou a cada 15 dias. Outra dica é calibrar no local mais próximo possível, cerca de no máximo 3 km para que os pneus ainda estejam frios.

Pneus de alta performance em até 10x no cartão de crédito

Usar nitrogênio ou ar comprimido?

Apesar de a opção de ar comprimido ser a mais comum, é possível também encontrar o aparelho de calibragem com nitrogênio. Entre essas duas opções, o nitrogênio é a melhor já que consegue manter a pressão interna do pneu por mais tempo e não se altera com facilidade de acordo com a temperatura como o ar comprimido.

Outra vantagem de utilizar nitrogênio para calibrar é que os pneus sofrem menos desgaste. Sendo assim, a frequência de regulagem dos pneus pode ter uma periodicidade maior. Um ponto muito importante é: se você já encheu o pneu com ar comprimido, não deve colocar nitrogênio e misturar as duas substâncias em nenhuma hipótese.

Quer receber dicas e novidades?

Email cadastrado com sucesso! :)